quinta-feira, 17 de março de 2011

Solteiro?!



'acabou!'
pronto e de repente você se vê obrigada a parar de viver tudo o que mais gostava.
você continua a vida,é claro,sofre,mas continua.
Mas ao se arrumar pra sair,fica pensando se ele ia gostar dessa roupa,a música que ouve lembra dele,escreve seus sentimentos pra ele,o programa na tv que assitiam juntos,a madrugada no subway,a dança na festa. Pronto,agora você faz tudo isso sozinha.
E aí,fica difícil de receber até um 'oi' dele,que sempre diz 'eu sei o que está sentindo... eu sei qual  sua tristeza...eu sei o que te faz bem...'. Não,não sabe.
Além de decidir por você o fim do que viviam,então agora sabe o que te faz doer?!
Calma,não é bem assim.
Uma coisa é certa,você sempre chora por ele começar a te tratar como uma indiferente,nem quer mais 'ouvir' um elogio porque entende que você sofre com isso,ou é louca ou está avassaladoramente pedindo para voltar.
Só porque você não quer desacreditar em tudo que viveram,só porque você quer sempre acreditar que é ou foi especial.
Solteira!
Final de semana chegou,beber muito,conhecer todo mundo,chegar em casa 6h da manhã. Oba!
Não dispensaria o que tinha pra ter isso agora.
É bem melhor curtir a vida ao lado de alguém o qual no final da festa vai estar ali dormindo ao seu lado,ou então ao ficar triste ou feliz você tem a certeza absoluta que vai poder ligar e contar a qualquer hora.
Então tá. Só não tenha desconsideração!

[...pois ao pedirem para falar de algo bom,sempre vou me lembrar de você!]

3 comentários:

Alessandra disse...

Saber escrever para si e para os outros é uma dádiva rara.
Pra variar, só um dos mais belos posts seus.
Lindo!

Gustavo Oliveira disse...

Muito bonito. Emoções puras e sem rodeios. Obrigado por compartilhar.

dana campos disse...

*-* essa foi a intenção desse texto Gustavo, o compartilhamento.